sábado, 1 de outubro de 2011

Diz a Ordem dos Farmacêuticos...




"Entendemos que somente em clima de viabilidade económica das farmácias é possível garantir aos cidadãos que os farmacêuticos exercem a profissão de forma irrepreensível do ponto de vista técnico-científico e deontológico, com autonomia e independência, o que constitui um supremo valor na função social do farmacêutico".

fonte: http://www0.rtp.pt/noticias/index.php?t=Novo-modelo-de-remuneracao-as-farmacias-pode-ter-serias-implicacoes-na-independencia-dos-profissionais.rtp&article=483951&layout=10&visual=3&tm=8


A sério?

Então e como é relativamente aos Enfermeiros, dos quais depende DIRECTAMENTE A VIDA E A SAÚDE de milhares de Portugueses, todos os dias, todo o ano!?

aquele abraço

Sem comentários:

Enviar um comentário